Prefeitura de Uauá e Univasf inauguram 11 Pontos de Inclusão Digital

Prefeitura de Uauá e Univasf inauguram 11 Pontos de Inclusão Digital

A Prefeitura de Uauá, através da Secretaria de Educação, e a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) realizaram nesta quinta-feira (05) a entrega oficial de 60 computadores e a implantação de 11 Pontos de Inclusão Digital. O evento contou com a presença do Vice-Prefeito, João Alves, do secretário de Educação, Antônio Marcos Varjão, secretário de Finanças, Deusdete Ferreira; da pró-reitora de Extensão da Univasf, Lucia Marisy, a Coordenadora do Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) da Univasf, Márcia Bento, da Assessora de Políticas Públicas da Companhia de Desenvolvimento e Ação regional (CAR)- Projeto Pró Semiárido, Jussara Oliveira, vereador Carlinhos de Moisés e representantes das unidades contempladas com os Pontos de Inclusão.

Fruto de mais uma articulação do Governo Lindomar Dantas junto a Univasf, os Telecentros foram equipados pela equipe do Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), um programa de inclusão digital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que há dois anos é executado pela universidade. Além de estruturar os espaços com os equipamentos, o projeto também realizou a capacitação de mais de 40 estudantes que atuarão como agentes multiplicadores.

A Coordenadora do CRC, Márcia Bento, destacou a relevância social do projeto e exaltou a parceria entre a Prefeitura de Uauá e a Univasf para o sucesso da ação. “É uma parceria muito importante, pois a oficialização e concretização da implantação desses pontos de inclusão digital só acontece com essa parceria. Sem ela efetivamente ficaria faltando essa parte que é de grande importância, que é o empoderamento digital da população, da parte onde os que foram capacitados se transformam em multiplicadores, e o município só tem a ganhar com isso. E com a prefeitura dando esse apoio com certeza absoluta a gente consegue realizar o projeto”, afirmou Márcia.

Dos 11 Pontos de Inclusão, nove foram implantados na zona rural do município. A Escola Municipal João Honorato de Oliveira, da comunidade de Barriguda, cerca de 22 km da sede, foi uma das unidades contempladas. A diretora da escola, Neucineia Souza, revelou que há muito tempo os moradores sonhavam com esse espaço. Ela destacou o quanto o Telecentro fará diferença na vida dos moradores da região. “Para nós enquanto escola, enquanto comunidade, é uma enorme alegria. Isso faz com que os nossos estudantes, filhos dos nossos agricultores que também serão contemplados tenham a oportunidade de serem incluídos nesse mundo digital. Agradecer ao prefeito Lindomar Dantas, ao secretário de educação Antônio Marcos, a Univasf e a todos os envolvidos. Muito obrigada”, agradeceu a professora.